Os delegados da Polícia Civil da Paraíba decidiram em assembléia realizada na noite desta terça-feira, 26, em Campina Grande decidiram que vão paralisar por 24h nos dias 1º, 18 e 19 de junho; 2, 16 e 17 de julho e 20 e 21 de agosto.

As paralisações e concentrações dos delegados vão acontecer em frente ao Palácio da Redenção, em João Pessoa, em sinal de protesto pelos 180 dias sem negociação e espera por uma definição do governo do Estado em oferecer uma contra proposta de aumento salarial para a categoria.

Além de agendar as paralisações, os delegados também decidiram na assembléia, que aconteceu no auditório do SENAC, em Campina Grande, aguardar a apresentação de uma contraproposta de aumento salarial até setembro, como foi solicitado pelo governo.

A assembléia realizada em Campina Grande foi convocada pela Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba após reunião como secretário de Segurança e Defesa Social quando houve o pedido de adiamento para apresentação de uma decisão do governo sobre a reivindicação dos delegados que querem equiparação salarial com os procuradores do Estado.

Como havia prometido o secretário Gustavo Gominho, de Segurança e Defesa Social compareceu a assembléia dos delegados. Ele esteve acompanhado do delegado geral de Polícia Civil, Canrobert Rodrigues.

WSCOM Online / Cardoso Filho

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster