O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu 0,2% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao trimestre anterior, totalizando R$ 1,03 trilhão. O dado foi divulgado nesta sexta-feira (1°) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o primeiro trimestre de 2011, houve uma expansão de 0,8%. No acumulado de 12 meses, o PIB brasileiro cresceu 1,9%.

Do lado da produção, o destaque negativo foi a agropecuária. O PIB do setor encolheu 1,7% em relação ao último trimestre de 2011 e 8,5% na comparação com igual período de 2011.

A indústria cresceu 1,7% em relação ao ultimo trimestre de 2011, mas teve alta de apenas 0,1% na comparação com mesmo trimestre do ano anterior.

O setor sofreu com a maior competição externa (que não refluiu ainda a alta recente do dólar), a perda de ritmo do consumo interno diante dos maiores níveis de endividamento e inadimplência e estoques elevados.

Já os serviços, sob impacto do bom desempenho do mercado de trabalho (renda em alta e baixa taxa de desemprego), tiveram alta de 0,6% frente ao último trimestre de 2011 e de 1,6% na comparação anual.

Sob a óptica dos componentes da demanda, o destaque negativo foi o investimento, que caiu 1,8% na comparação com o último trimestre de 2011 e 2,1% na comparação com o mesmo trimestre de 2011.

O consumo das famílias cresceu 1% em relação ao quarto trimestre de 2011, e 2,5% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

As exportações, em volume, avançaram 0,2% frente aos quatro últimos meses de 2011 e 2,6% na relação anual.

Já as importações (que contribuem negativamente para o PIB por consistirem em bens feitos fora do país) tiveram expansão de 1,1% na comparação trimestre ante trimestre e 6,3% quando comparado com o primeiro trimestre do ano passado

Fonte: Agência Brasil e Folha.com

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster