Conforme deliberação aprovada por plenária nacional específica, realizada em São Paulo, em 16 de junho, as entidades sindicais e associativas estão sendo orientadas a mobilizar os empregados da Caixa Econômica Federal de todo o país. O objetivo é a participação de todos os bancários da empresa, em 8 de julho, no Dia Nacional de Luta por um Plano de Cargos Comissionados (PCC) digno, sem distorções nem injustiças.

Na avaliação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) e da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa), só com muita pressão os empregados vão arrancar da direção da Caixa mais essa conquista.

A proposta de PCC aprovada pela plenária nacional específica é focada em grandes temas, tendo como referência pontos estruturantes, como composição de cargos e funções, jornada de trabalho, mecanismos de evolução funcional, verificação de estruturas salariais de outras empresas, pesquisa de mercado, estrutura da carreira e análise da composição da remuneração, a exemplo do salário básico, gratificações e benefícios.

Aliás, a plenária nacional específica contemplou todas as propostas recebidas pelo GT/PCC, assim como as novas contribuições de empregados dos diversos segmentos e áreas da Caixa. O GT/PCC recebeu 114 sugestões, que foram sintetizadas a partir de 1.480 contribuições remetidas por e-mail por empregados de todo o Brasil.

Para maiores informações sobre a proposta de novo PCC aprovada pela plenária nacional, acesse a íntegra do relatório e as sugestões enviadas por empregados do país inteiro, ambos disponíveis no portal www.fenae.org.br – seção "CEE/Caixa – item "Assuntos em discussão".

Fonte: Fenae

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster