Ex-senador, José Alberto Souza (PMDB-MA), foi o recordista na utilização de passagens aéreas após a conclusão do mandato, em benefício próprio ou para terceiros. O ex-diretor de Gestão de Recursos do Banco da Amazônia e seus convidados voaram 98 vezes com a cota do Senado.

De acordo com denúncia publicada no site Congresso em Foco, o atual vice-governador do Maranhão, José Alberto Souza (PMDB), que até pouco tempo atrás comandava a diretoria de Gestão de Recursos do Banco da Amazônia, também utilizou a cota de passagens aéreas do Senado, mesmo após ter deixado a Casa, em fevereiro de 2007.

O ex-diretor foi o recordista na utilização de passagens aéreas fora do cargo em benefício próprio ou para terceiros. O ex-senador peemedebista e seus convidados voaram 98 vezes com a cota do Senado, após a conclusão do mandato.

José Alberto aparece como passageiro em 22 dos 98 trajetos voados com a cota parlamentar depois que ele deixou o Senado. Os demais voos foram feitos por 30 passageiros diferentes. Entre eles, 13 com o mesmo sobrenome do ex-diretor. Os bilhetes foram emitidos entre 9 de julho de 2007 e 27 de janeiro de 2009, pela Gol e pela Varig. Brasília, São Luís, Belém e Recife foram os principais destinos percorridos.

O ex-diretor até agora não comentou a denúncia. João Alberto, que pertence ao grupo político do atual Presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), foi empossado junto com a agora ex-senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), que herdou a v aga aberta com a cassação do governador Jackson Lago (PDT).

Fonte: Seeb PA/AP, com informações do Congresso em Foco

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster