DSC 7394

DSC 7394Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (21), no Sindicato dos bancários da Paraíba, os funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) reavaliaram a proposta do banco e deliberaram pela aprovação da compensação dos dias de greve.

Os bancários concordaram em compensar os dias parados da seguinte forma: os funcionários que tem jornada de trabalho de 6 horas/dia irão compensar as 54 horas não trabalhadas (9 dias úteis de greve) com 25 horas divididas entre os dias 15/10/2014 e 18/11/2014, a compensação será limitada a uma hora por dia, de segunda a sexta-feira. Já os funcionários que tem jornada de 8 horas/dia irão compensar as 72 horas não trabalhadas (9 dias úteis de greve) com 34 horas divididas entre os dias 15/10/2014 e 28/11/2014, também limitadas a uma hora por dia, de segunda a sexta.

Para o dirigente sindical e funcionário do BNB, Robson Luís, foi um acordo justo, uma vez que a greve foi mais longa do que nos outros bancos. “Os dias paralisados serão compensados em horas proporcionais, conforme propôs o banco. E o melhor foi que reavaliamos e aprovamos a proposta, pré-requisito para o banco realizar o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) aos funcionários da nossa base; até então impedida de receber tal benefício”, concluiu.

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster