O presidente do banco Itaú, Roberto Setubal, disse na última sexta-feira (13) que a fusão com o Unibanco deve ser concluída até o final de março. Segundo ele, a autorização do BC (Banco Central) para que isso ocorra sai em "algumas semanas". A partir de então, explica o executivo, serão necessárias "mais algumas semanas" para que comece a negociação conjunta dos dois bancos sob o mesmo papel na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo).

Sobre o processo de integração das instituições, Setubal afirmou que avança rapidamente, sendo que desde dezembro do ano passado já estão escolhidos a nova direção do grupo. "As coisas caminham bem. Estamos satisfeitos", disse Setubal em evento sobre qualidade dos bancos realizado em São Paulo.

Crédito
A respeito da situação do crédito no país, um dos setores mais afetados pela crise internacional, Setubal informou que a "oferta continua ampla", embora haja uma redução da demanda justamente por reflexo da crise. "Novembro foi o pior mês, mas após as medidas tomadas pelo governo para dar liquidez ao sistema, [o nível] está voltando à normalidade."

Devido aos problemas enfrentados em novembro, justificou Setubal, ocorreu o aumento do "spread" — a diferença entre o custo de captação do dinheiro para os bancos e a taxa de juros cobrada dos clientes para emprestá-lo–, mas que também já arrefeceu, segundo ele.

"Porém, estamos vivendo um momento de aumento da inadimplência", afirma. "Esperamos que a inadimplência em 2009 seja maior que 2008, no entanto, lembrando que essas taxas já sinalizavam alta no quatro trimestre do ano passado", explicou.

Fonte: Folha Online

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster