Crédito: Seeb Acre
Seeb Acre A rejeição da última proposta específica e a continuidade da greve que completa oito dias nesta terça-feira (7) forçaram o Banco da Amazônia a retomar as negociações da Campanha 2014. Em contato com a Contraf-CUT, o banco agendou uma nova rodada, a ser realizada ao meio-dia desta terça-feira, em Belém.

“Foi a força da greve que fez o Banco da Amazônia marcar uma nova negociação”, avalia Miguel Pereira, secretário de Organização do Ramo Financeiro da Contraf-CUT.

A Contraf-CUT, o Sindicato dos Bancários do Pará e a Fetec Centro-Norte esperam que o banco traga uma proposta que realmente atenda as expectativas dos funcionários.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster