greve-na-caixa-acaba-em-todo-o-estado-de-rondonia 77f179356d4e0a0a701467084995dd6f

greve-na-caixa-acaba-em-todo-o-estado-de-rondonia 77f179356d4e0a0a701467084995dd6f
Em assembleia geral extraordinária realizada na tarde de terça-feira (27), na sede do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores e do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO), no Centro de Porto Velho, os empregados da Caixa Econômica Federal que decidiram, no dia anterior, rejeitar as propostas das negociações específicas do banco e continuar de braços cruzados, resolveram voltar ao trabalho já nesta quarta-feira.

Os empregados entenderam, assim como os das demais bases que ainda estavam em greve – especialmente no de Brasília, onde há a maior concentração de empregados da Caixa no País – que um dia a mais de greve serviu para demonstrar aos bancos que eles (os bancários) estão unidos e fortes para lutar pelos seus direitos e por mais conquistas.

Somente no Pará a greve da Caixa continua na região Norte.

“Os empregados da Caixa ficaram um dia a mais de braços cruzados para dar um recado ao banco, de que estão insatisfeitos com as atuais condições de trabalho existentes e com a política de redução do quadro funcional. Em dezembro do ano passado a Caixa tinha mais de 101 mil empregados, neste ato tem pouco mais de 97.500 e o banco prevê reduzir a 95 mil os empregados até 2017. Isso sem mencionar a não reposição aos mais de 3,5 mil empregados que aderiram ao Plano de Apoio à Aposentadoria (PAA) neste ano. Em Rondônia todas as agências da Caixa estão com déficit de empregados, municípios sem agência do banco estatal e existem casos de desvio de função, a exemplo da agência de Alta Floresta, onde o serviço de tesouraria é feito pelos caixas, sem remuneração devida”, destacou José Pinheiro, presidente do SEEB-RO, que parabenizou a atitude dos bancários da Caixa pela greve.

Fonte: Seeb Rondônia

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster