Jaílton Garcia – Contraf-CUT

A próxima reunião será dia 9 de junho, às 14h30 na sede da Contraf-CUT, em São Paulo - Jaílton Garcia - Contraf-CUT

A próxima reunião será dia 9 de junho, às 14h30 na sede da Contraf-CUT, em São Paulo

Os representantes dos trabalhadores e do banco formalizaram um calendário periódico de reuniões de 15 em 15 dias – Em reunião nesta terça-feira (24), entre o banco Itaú e a Comissão de Organização dos Empregados (COE), na sede da instituição financeira, em São Paulo, foi instalado oficialmente o GT (Grupo de Trabalho) de Saúde e Condições de Trabalho. Na ocasião, os representantes dos trabalhadores e do banco formalizaram um calendário periódico de reuniões de 15 em 15 dias.

Entre os itens de pauta, foram discutidos saúde e condições de trabalho, além da implementação da cláusula 57.   “É um grande avanço nos reunirmos com o banco quinzenalmente para discutirmos sobre a saúde do trabalhador e suas condições de trabalho. Pois, temos vários pontos para debater nos próximos encontros. Vamos falar sobre a implementação da cláusula 57, por exemplo, sobre a importância da implantação da CIPA nos locais de trabalho digitais, que representa para os trabalhadores um importante passo na discussão de medidas para melhorar as condições de trabalho no Itaú”, explicou o coordenador da COE Itaú e dirigente da Contraf-CUT, Jair Alves.

Para o secretário de Saúde da Contraf-CUT, Walcir Previtale, a instalação oficial do GT de Saúde do Itaú, com as reuniões num curto espaço de tempo, demostra o quanto é importante e complexa a pauta sobre saúde. “A saúde do trabalhador requer um calendário mais reflexivo de discussões. Isso demostra a nossa urgência de melhorar o ambiente de trabalho, pensando na prevenção de acidentes e para evitar que novas pessoas adoeçam”, afirmou.

Segundo Adma Gomes, integrante da COE Itaú Unibanco, além das discussões sobre a cláusula 57, os representantes dos trabalhadores vão elencar ponto a ponto sobre as questões que interferem na saúde do trabalhador, com a finalidade de melhorar o seu local de trabalho. “A saúde do trabalhador é uma pauta que requer constante diálogo com a instituição financeira.  Com as reuniões periódicas, vamos ter a oportunidade de discutir vários itens importantes com o banco, inclusive sobre os casos de assédio moral e organizacional, que abalam o dia a dia da nossa categoria.”

A próxima reunião será dia 9 de junho, às 14h30 na sede da Contraf-CUT, em São Paulo.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster