Bancos começam a divulgar balanços de 2010 e lucros devem ser maiores do que no ano anterior. Sindicato reivindica a antecipação do pagamento da segunda parcela e do valor adicional – O Bradesco foi o primeiro grande banco a divulgar o lucro líquido de 2010. Foram R$ 10 bilhões, crescimento de 25% em relação a 2009, quando a instituição financeira fechou o ano com R$ 8 bi.

Com esse desempenho, os trabalhadores do Bradesco receberão 2,2 salários de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), com teto de R$ 15.798,20, mais o valor adicional de R$ 2.400. Lembrando que desses montantes serão descontados os valores da primeira parcela da PLR paga no ano passado, que correspondeu a 54% do salário mais R$ 660,48, e de até R$ 1.200 do valor adicional (veja mais detalhes na tabela abaixo).

O prazo limite para o crédito é 3 de março, mas o Sindicato está em contato com todos os bancos para que antecipem o pagamento. “Os bancários têm gastos elevados neste início de ano e antecipar o crédito é uma forma de valorizar os trabalhadores. Por isso, estamos reivindicando que não apenas o Bradesco, mas todas as instituições financeiras façam o pagamento o mais rápido possível”, afirma a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira.

De acordo com estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a partir de balanços divulgados em 2010, todos os grandes bancos privados, com exceção do HSBC, devem pagar os 2,2 salários mais o adicional de R$ 2.400. No caso da Caixa Federal, que divulgou previsões conservadoras no ano passado, mas que alcançou lucro expressivo nos primeiros nove meses de 2010 (R$ 2,5 bi), os empregados devem receber mais que em 2009.

Já no Banco do Brasil, a PLR é semestral e determina a distribuição linear de 4% do lucro líquido e os pagamentos dos módulos Fenaban e bônus. Para saber o montante, também é preciso aguardar a divulgação dos resultados de 2010, que acontece em 17 de fevereiro.

O Santander divulga o balanço nesta quinta 3 e o Itaú Unibanco no dia 22 de fevereiro.

Entenda a regra – A PLR conquistada em 2010, após os 15 dias de greve, corresponde a 90% do salário mais valor fixo de R$ 1.100,80, com teto de R$ 7.181. Desse valor, houve a antecipação, no ano passado, de 54% do salário mais R$ 660,48. No entanto, se o total distribuído por essa regra básica (dos 90% mais R$ 1100,80) for inferior a 5% do lucro líquido, o valor deve ser elevado até atingir o percentual ou chegar a 2,2 salários, o que ocorrer primeiro. Já o valor adicional corresponde à distribuição linear de 2% do lucro líquido limitado a R$ 2.400. Em 2010 os bancários receberam até 50% do montante.

> Leia mais
Balanço de 2010 mostra lucro crescente do Bradesco
Lucro do Santander cresce no Brasil e cai no mundo

Como fica a PLR total (R$)
Exemplos de bancos que vão pagar pelo teto
Salário
1ª Parcela (regra básica)*
50%
Adicional
1ª Parcela
+
50% Adicional
(paga em out/2010)
2,2 salários**
2,2 salários
+
Parcela Adicional
Diferença
a receber
1.250
1.335,48
1.200
2.535,48
2.750,00
5.150,00
2.614,52
1.500
1.470,48
1.200
2.670,48
3.300,00
5.700,00
3.029,52
2.000
1.740,48
1.200
2.940,48
4.400,00
6.800,00
3.859,52
2.500
2.010,48
1.200
3.210,48
5.500,00
7.900,00
4.689,52
3.000

2.280,48

1.200
3.480,48
6.600,00
9.000,00
5.519,52
3.500

2.550,48

1.200
3.750,48
7.700,00
10.100,00
6.349,52
4.000
2.820,48
1.200
4.020,48
8.800,00
11.200,00
7.179,52
4.500

3.090,48

1.200
4.290,48
9.900,00
12.300,00
8.009,52
5.000
3.360,48
1.200
4.560,48
11.000,00
13.400,00
8.839,52
5.500

3.630,48

1.200
4.830,48
12,100,00
14.500,00
9.669,52
6.000
3.900,48
1.200
5.100,48
13.200,00
15.600,00
10.499,52
6.500
4.170,48
1.200
5.370,48
14.300,00
16.700,00
11.329,52
7.000
4.308,60
1.200
5.508,60
15.400,00
17.800,00
12.291,40
7.500
4.308,60
1.200
5.508,60
15.798,20
18.198,20
12.689,60
8.000
4.308,60
1.200
5.508,60
15.798,20
18.198,20
12.689,60
8.500
4.308,60
1.200
5.508,60
15.798,20
18.198,20
12.689,60
9.000
4.308,60
1.200
5.508,60
15.798,20
18.198,20
12.689,60
9.500
4.308,60
1.200
5.508,60
15.798,20
18.198,20
12.689,60
10.000
4.308,60
1.200
5.508,60
15.798,20
18.198,20
12.689,60
* Os valores referem-se a 60% da regra e do teto (R$ 4.308,60) e foram pagos em out.
** Teto de R$ 15.798,20

Elaboração: DIEESE Subseção SESE/Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região

Fonte: SEEB – SP / Jair Rosa

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster