O banco gigante britânico HSBC anunciou nesta quarta-feira (25) que pretende demitir 1,2 mil trabalhadores na Grã-Bretanha, o que equivale a 2% do quadro de funcionários britânicos, para "adaptar-se" à crise econômica.

O banco, que no Reino Unido tem 58.000 funcionários, informou que as demissões afetarão os serviços administrativos e de informática, mas não os funcionários das agências.

No início do mês, o HSBC já havia anunciado planos de eliminar 6,1 mil postos de trabalho nos Estados Unidos. Na Grã-Bretanha, cerca de 500 pessoas já foram demitidas em novembro passado.

"Devemos adotar decisões difíceis para nos adaptarmos ao contexto e garantir que que permanecemos em boa posição para o futuro", afirmou Paul Thurston, que dirige as atividades do grupo na Grã-Bretanha.

O HSBC fez o anúncio depois que a informação vazou para a imprensa. Vários jornais britânicos, como o Daily Telegraph e o City AM, informam nesta quarta-feira que o banco se preparava para demitir mil funcionários na Grã-Bretanha.

O banco está tentando levantar cerca de US$ 18 bilhões para ampliar seu capital e financiar sua expansão em mercados emergentes.

Fonte: Do G1, com France Presse

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster