Imagens do circuito interno de segurança da agência do Banco do Brasil onde o bancário do Distrito Federal, Deoclécio Leda Azevedo, de 46 anos, foi morto a tiros na noite de domingo (14), mostram que a vítima reagiu ao assalto. Solteiro, ele era funcionário do Banco do Brasil, em Brasília, e levou dois tiros, no abdome e na barriga, dentro do autoatendimento da agência do BB no setor Bueno.

Clique aqui para ver o vídeo da reportagem da TV Anhanguera.

O crime aconteceu em uma agência da Avenida T-63, em Goiânia, e dois rapazes, um de 16 anos e outro de 22 anos, suspeitos de participar da ação criminosa.

As imagens mostram primeiramente que o suspeito está sozinho dentro do banco, utilizando um caixa eletrônico. Depois ele sai e cruza com a vítima, que está entrando no banco. Deoclécio vai até o caixa eletrônico e o assaltante entra novamente na agência já portando uma arma.

Prisão

Os dois suspeitos foram detidos na residência deles, no Setor Pedro Ludovico, na capital. A Polícia Militar (PM) acredita que os disparos tenham sido efetuados pelo maior.

Com eles foi encontrado um revólver calibre 38 com duas munições intactas e duas deflagradas, além da camiseta, do boné e da motocicleta utilizados na noite do crime.

Segundo a polícia, os suspeitos também seriam os responsáveis pela morte de uma mulher de 51 anos, em um outro crime de "saidinha de banco", no dia 14 de setembro de 2011, no Jardim Goiás, em Goiânia.

Fonte: G1 com TV Anhanguera

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster