A Vivo e a Itaucard deram ontem o primeiro passo em direção à popularização do celular como forma de pagamento. Numa primeira etapa, os clientes da operadora que tiverem um cartão Vivo/Itaucard, também lançado ontem, poderão efetuar pagamentos via celular.

Esse serviço começa apenas no Rio de Janeiro e em São Paulo e deve ser liberado para as demais capitais nos próximos meses. Segundo Carlos Zanvettor, diretor de cartões do Itaú, a ideia é consolidar essa plataforma e avaliar o comportamento dos usuários. "Temos de testar o modelo", diz. "Estamos centrados em fazer esse piloto funcionar no país."

As empresas ainda não liberaram a lista dos estabelecimentos que aceitarão esse tipo de pagamento.

Para os clientes, pré ou pós-pagos, não haverá custo extra. Existem algumas limitações. Apenas aparelhos Nokia e Motorola estão preparados para receber o programa, que precisa ser instalado pela página da Itaucard na internet.

Como funciona

Toda vez que o cliente chegar a um estabelecimento credenciado, vai informar apenas o número de seu celular ao caixa. O sistema enviará automaticamente o valor da operação e uma senha gerada especificamente para aquela transação. Basta digitá-la no terminal da loja e o débito será lançado na fatura do cartão Vivo/Itaucard.

O sistema é criptografado, uma garantia de que a mensagem não será interceptada. Como a senha é válida apenas para uma transação, não poderá ser usada novamente.

Há riscos em caso de roubo do aparelho. Mas basta pedir à operadora a inutilização da função para o aparelho.

A Folha apurou que o Itaú estuda oferecer essa forma de pagamento aos demais titulares de cartões que também sejam clientes da Vivo. Outras operadoras já estão preparadas para o serviço. O teste da Vivo será decisivo para um lançamento em larga escala.

Fonte: Folha de São Paulo / Julio Wiziack

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster