23/03/2016

 

alt

Nesta segunda-feira (22), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Ceará (Sindjorce), com o apoio da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), intensificou a mobilização da base, dentro e fora do Estado, para adesão ao abaixo assinado da categoria.

Jornalistas, bancários médicos, advogados, diversas categorias estão assumindo posicionamentos públicos em defesa da democracia, claramente ameaçada por um golpe jurídico midiático, travestido de impeachment. 

Além de denunciar o golpe em curso no Brasil, o documento exige das empresas de comunicação a imediata retomada do Jornalismo, da qual muitas já abdicaram, e dos profissionais de imprensa a estrita observância do Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros.

As assinaturas, com nome completo e número do RG do jornalista, devem ser encaminhadas para o e-mail jornalistasemdefesadademocracia@gmail.com .
Outra opção é assinar diretamente na versão digital do documento, acessível no link https://docs.google.com/a/sindjorce.org.br/forms/d/1BWfUtab_pdI3XbzSJGPWgalM-lCWU5tUA96zslCJPc4/viewform.

Jornalistas do Ceará pela democracia contra o golpe

Nós, jornalistas abaixo assinados, representados pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará – Sindjorce, e pela Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ, vimos, pelo presente, manifestar profunda preocupação com a condução da cobertura jornalística da grande mídia.

Ao invés de cumprir o papel social de levar informação veraz aos brasileiros, à luz da pluralidade e do direito ao contraditório, setores da imprensa se comportam como partido de oposição a serviço da construção social da aceitação de um golpe jurídico-midiático.

Travestido de impeachment, o golpe em curso exige a reação imediata dos jornalistas, que passa obrigatoriamente pela defesa intransigente da democracia, por exigir das empresas de comunicação a imediata retomada do jornalismo, da qual muitas já abdicaram, e pela estrita observância ao Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros.

Ao tempo que denunciam e condenam setores da mídia por conspirarem contra a democracia, os jornalistas abaixo-assinados conclamam a categoria a defender o respeito à decisão da maioria e a insurgir-se contra qualquer tentativa autoritária de ruptura democrática caracterizada como golpe político.

Fonte: Seeb Ceará

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster