Crédito: Daniel Barreto

Daniel Barreto Agora é lei. O presidente da Câmara Municipal, Aluísio Braz (PMDB), publicou na quarta-feira 8 a promulgação do projeto de que obriga as agências bancárias e instituições financeiras de Araraquara e a instalar câmeras de vídeo na área externa dos estabelecimentos.
 

O objetivo é evitar ou minimizar a ocorrência do crime conhecido como ‘saidinha bancária’, que consiste no assalto a clientes que fazem saques e deixam o banco portando dinheiro. Normalmente, um assaltante fica no interior da agência observando a movimentação de clientes e, por celular, avisa aos parceiros que permanecem de moto do lado de fora.

De acordo com a polícia, a ação costuma ser tão rápida e surpreendente que, na maioria das vezes, não é possível identificar os autores do crime. A polícia alerta para que a vítima não reaja e lembra que normalmente os assaltantes estão armados e podem atirar ou até tentar um sequestro relâmpago.

A lei determina que as câmeras sejam mantidas "em cada local de entrada e saída e/ou passagem externa obrigatória, em suas agências, postos de atendimento ou caixas eletrônicos". De acordo com a proposta, as imagens gravadas deverão ser preservadas por um período mínimo de seis meses.

O não cumprimento das normas implicará em multa diária de cem Unidades Fiscais do Município (R$ 3.465) se a câmera não for instalada ou por serviço de gravação e arquivamento por câmera não realizado. Os estabelecimentos terão 60 dias para se adaptar à legislação.

Fonte: Luís Fernando Laranjeira – Araraquara.com

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster