CUT participa de ato em solidariedade ao povo egípcio na avenida Paulista – Na tarde desta sexta, militantes de diversas organizações de esquerda e de movimentos árabes realizaram em São Paulo manifestação de solidariedade à luta do povo egípício. O ato estava programado há dias, mas a notícia de que o ditador pró-EUA Mubarak havia renunciado deu o tom de comemoração ao encontro, diante do prédio da Fundação Casper Líbero, na avenida Paulista.

A CUT, representada pelo diretor executivo Júlio Turra, marcou presença. "Devemos nos congraçar com os egípicios. Há 14 milhões deles neste momento comemorando nas ruas do país a queda de Mubarak. Um povo valente, que há 18 dias está mobilizado num levante revolucionário", disse Júlio.

Para ele, a entronização de uma junta militar para substituir o ditador não fará o povo recuar ou diminuir a intensidade da luta. "Os egípcios não vão deixar se enganar tão facilmente quanto alguns podem supor ou temer. Não vão aceitar mais do mesmo, vão continuar mobilizados até encontrar uma saída democrática", disse, durante sua intervenção no ato.
 
Fonte: CUT Nacional
Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster