As multas aplicadas ao Itaú Unibanco, Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e HSBC, na quarta-feira 6, pela Polícia Federal, em R$ 635,6 mil por descumprimento de leis e normas de segurança, repercutiu na mídia em todo país. A notícia também foi destaque nos sites e jornais de sindicatos e federações de bancários em todo país.

As punições foram aprovadas no julgamento de 49 processos, durante a 90ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada (CCASP) do Ministério da Justiça, sob a coordenação da Polícia Federal, em Brasília.

As principais infrações dos bancos foram: ausência de plano de segurança aprovado pela Polícia Federal, número insuficiente de vigilantes e alarme inoperante, dentre outros itens. "Apesar dos lucros recordes, os bancos continuam tratando com descaso a segurança dos trabalhadores e clientes", criticou o diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Ademir Wiederkehr, que representou os bancários na reunião da CCASP.

Veja a relação das multas por banco:

– Itaú Unibanco: R$ 211.756,00
– Santander: R$ 180.908,00
– Bradesco: R$ 83.354,00
– Banco do Brasil: R$ 81.582,00
– Caixa: R$ 44.336,00
– HSBC: R$ 33.695,00
– Total: R$ 635.631,00

Foi a segunda reunião da CCASP em 2011. Também estiveram em pauta 246 processos envolvendo empresas de vigilância, transportes de valores e centros de formação de vigilantes. Houve aplicação de advertências, multas e cancelamento de alvarás de funcionamento.

A CCASP é um fórum tripartite, onde participam representantes do governo, trabalhadores (bancários e vigilantes) e empresários (bancos e empresas de segurança, transporte de valores e centros de formação de vigilantes).

Confira abaixo algumas das notícias divulgadas em todo país

R7

Terra

InfoMoney

Rádio Agência NP

Correio do Brasil

UOL Notícias

Jornal do Brasil

Yahoo Finanças

Nova BrasilFM

Painel Notícias – Maceió

TV Sinal – CE

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster