Em que os bancos praticam responsabilidade social? Onde está a Responsabilidade social do banqueiro? Será que para o banqueiro os trabalhadores são os principais ativos?

Estas são perguntas que não encontramos respostas concretas dos bancos, principalmente quando se fala em manutenção dos empregos, atendimento melhor, com mais caixas e atendentes para todos, e dessa forma, tratamento respeitoso aos bancários e toda sociedade brasileira.

Ao ler as notícias nos sites dos Sindicatos, nas nossas matérias, em jornal e revistas, constatamos uma só realidade: os bancos apesar dos seus ótimos resultados no país no ano passado querem fazer os trabalhadores pagarem a conta da crise que teve seu nascedouro nos Estados Unidos e se espalhou pelo globo.

Os banqueiros querem tampar o buraco do caixa de suas matrizes no exterior demitindo, diminuindo agências e jogando o trabalhador na rua. E sem legislação que o proteja ele vira mais uma vítima da crise, mesmo não tendo culpa de sua origem.

Os trabalhadores, não vão e não podem aceitar essa situação passivamente. A classe já iniciou as manifestações e protestos como forma de dizer NÃO concordamos com isso!

No último dia 30 em todo o Brasil, e aqui não foi diferente, foi protesto pra todo lado com todas as Centrais e Sindicatos unidos para mudar o rumo dessas decisões capitalistas e chamando a atenção de governo e empresários.

É preciso fazer mais que o possível para não demitir, não fechar bancos, fábricas… O país precisa disso para sair da crise rapidamente. Precisamos da categoria unida junto ao Sindicato participando das atividades que virão. É necessário fazer mais que o possível para que se construa o presente caminhando para um futuro melhor.

Artigo de Arilson da Silva, funcionário do Banco Real e presidente do Sindicato dos Bancários no Estado de Mato Grosso.

Fonte: Seeb/MT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster