Crédito: Seeb Piracicaba
Seeb Piracicaba A diretoria do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região fez, na manhã desta segunda-feira, dia 8 de junho, o lançamento oficial do álbum de figurinhas "Inovar é…", que será utilizado como forma de mobilizar a categoria, especificamente os bancários do Bradesco, para que se incorporem à luta na campanha de valorização do funcionalismo do banco. O lançamento foi acompanhado pelo presidente da Confederação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Carlos Cordeiro, entidade que divulgou o material.

O líder sindical fez sérias críticas ao sistema financeiro, que, cada vez mais, tem reduzindo os postos de trabalho, uma vez que seis bancos concentram 80% do ativo financeiro brasileiro, sendo que de cada 10 agências bancárias no País, nove pertencem a estes bancos.

De acordo com Carlos Cordeiro, isso ocorre pela "ganância, fusão e incorporação de bancos", sendo o Bradesco um dos bancos que mais "perseguem os bancários". Para ele, o álbum de figurinhas "é um instrumento, uma ferramenta para dialogar com o bancário e a sociedade". Segundo Cordeiro, o Bradesco pratica o anti-sindicalismo, buscando sempre garantir na Justiça interditos proibitórios para impedir a ação do movimento sindical, além de manter uma "parceria com a polícia", que freqüentemente tem agido contra ações dos trabalhadores. Essa situação, inclusive já foi denunciada pela Contraf ao ministro da Justiça, Tarso Genro, para que providências sejam tomadas.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva, esta campanha vem reforçar o trabalho de mobilização dos bancários do Bradesco, uma vez que estarão recebendo um álbum cada e cinco pacotinhos de figurinhas, que tratam de temas relacionados à categoria, como: ampliação da licença-maternidade para seis meses, igualdade de oportunidades, respeito aos lesionados e afastados do trabalho, investimento na segurança dos clientes e funcionários, fim do assédio moral e das metas abusivas, respeito à greve, salário e PLR (Participação nos Lucros e Resultados) maiores, inclusão dos pais no plano de saúde do banco, garantia de aposentadoria com plano de saúde, garantia de auxílio-educação, implantação do plano de carreira, cargos e salários, entre outros pontos.

Como foi explicado durante o lançamento da campanha, "Inovar é …" é um contraponto à campanha publicitária desenvolvida nos últimos meses pelo Bradesco, como forma de alavancar clientes. Ao usar este tema, o Sindicato quer mostrar aos bancários da instituição e também à sociedade que "inovar é o banco valorizar e respeitar o seu quadro de funcionários", voltou a dizer Paiva.

Para cada tema tratado no álbum há uma figurinha para simbolizar a luta dos bancários. Com este álbum e a entrega de figurinhas aos bancários, na avaliação do presidente do Sindicato, a categoria estará fazendo a troca para preenche-lo. "Com isso, haverá uma interação e discussão por parte dos bancários sobre as problemáticas que enfrentam no seu dia a dia de trabalho nas agências. Isso, com certeza, nos ajudará a despertá-los para a situação que vivem e, assim, mobilizarmos o funcionalismo do banco para combater os problemas existentes e ajudar a ampliar benefícios", completa.

Pesquisa – Carlos Cordeiro contou que a Contraf está preparando o lançamento de uma pesquisa trimestral do nível de emprego no setor bancário, para fazer comparações e, assim, poder auxiliar uma discussão sobre o assunto em nível nacional. Até o ano passado, ele contou que o sistema financeiro demitia um bancário e contratava um outro reduzindo assim a folha de pagamento, já que o contratado recebia, em média, 60% do que ganhava o demitido. No entanto, neste ano, o sistema tem demitido e não contratado no mesmo nível.

O presidente da Contraf também criticou os governos estaduais, como José Serra, que abriu mão do Banco Nossa Caixa, um banco de fomento da economia, diferente do que tem feito o governo federal do presidente Lula, que, cada vez mais, tem absorvido o controle do sistema financeiro, arrebanhando algumas instituições financeiras, e, assim, se fortalecendo.

Fonte: Vanderlei Zampaulo, Seeb Piracicaba

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster