Bancários fizeram pressão na CCJC da Câmara dos Deputados

O novo programa da TV CUT mostra a mobilização da Central Única dos Trabalhadores e entidades filiadas contra o Projeto de Lei (PL) 4330 que, se aprovado, escancara a terceirização e a precarização do trabalho no Brasil.

Além de entrevistas, há imagens da pressão feita pelas entidades sindicais na última terça-feira (11) na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados, onde a votação do PL 4330 foi adiada para o dia 9 de julho.

Clique aqui para ver o vídeo.

O PL 4330, de autoria do deputado Sandro Mabel (PMDB-GO), com substitutivo do deputado Arthur Maia (PMDB-BA), regulamenta a terceirização e ameaça os direitos trabalhistas, já que libera a prática para todas as atividades, inclusive as atividades-fim, ou seja, a principal de uma empresa.

O presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, denuncia que o PL 4330, se aprovado, poderá ampliar ainda a terceirização nos bancos, na medida em que possibilitaria a contratação de empresas especializadas em vender produtos, o que tiraria os empregos de gerentes, e em autenticar documentos nos caixas, o que acabaria com os postos de trabalho dos atuais caixas.

O programa mostra ainda o que é a terceirização, a quem interessa a aprovação do PL 4330 e a ação da CUT na elaboração com as demais centrais de uma proposta alternativa ao projeto.

Ao final, o presidente da CUT, Vagner Freitas, convoca as entidades sindicais a intensificar a mobilização para evitar a aprovação do PL 4330.

Fonte: Contraf-CUT com CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster