Crédito: Reprodução/curimata.blogspot.com
Reprodução/curimata.blogspot.com

A violência voltou a atormentar o Piauí. Desta vez a agência do Banco do Brasil do município de Curimatá – a 797 quilômetros de Teresina – que foi assaltada por uma quadrilha nesta sexta-feira (3) por volta das 9h.

 

Os bandidos, que usaram armamento de grosso calibre, como fuzis ou escopetas e pistolas, demoraram menos de 50 minutos e, após o crime, fugiram em uma van em direção a Santa Rita de Cássia, na Bahia.

Para garantir a fuga, os assaltantes fizeram cinco pessoas de reféns: o gerente do banco, o subgerente, um funcionário e dois clientes. Felizmente, ninguém saiu ferido e todos foram liberados depois da fuga.

O bando, segundo explica o coronel Rubens Pereira, comandante da Polícia Militar do Piauí, chegou a pegar dois coletes a provas de bala e dois revólveres dos homens que faziam a segurança particular no local.

Há informações de que os bandidos chegaram a disparar vários tiros na tentativa de deixar a população amedrontada e evitar qualquer tipo de reação.

A polícia está fechando o cerco naquela região em conjunto como as companhias das cidades de Corrente, Avelino Lopes.

Segundo informações de moradores de Curimatá, os bandidos teriam fugido em um veículo com placa da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, mas que pode ter sido trocado quando deixaram a cidade, por uma picape L200 e uma D20.

Um helicóptero da PM do Piauí está sobrevoando aquela região para ajudar nas buscas dos assaltantes. E outra guarnição da Bahia, também com helicóptero, foram destacados para reforçar os trabalhos de buscas.

A direção do Sindicato dos Bancários do Piauí está se inteirando dos fatos e já entrou entrou em contato com as autoridades para tomar as devidas providências.

Fonte: Seeb Piauí

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster