A pequena Joanópolis, no interior de São Paulo, viveu momentos de tensão na quinta-feira (17). Um assalto aos Correios da cidade, onde fica agência do banco postal do Bradesco, terminou em troca de tiros, com dois bandidos mortos e um ferido. Dois policiais e uma refém também foram baleados.

A agência estava cheia quando três homens armados entraram para roubar o dinheiro do caixa. A ação assustou moradores vizinhos. "Foi muito rápido o negócio e quando veio o policiamento, dois carros da polícia na contramão, e saltou rapidamente já com o revólver na mão. Daí, por essa hora eu corri para dentro, fiquei com medo de tiroteio", disse o comerciante Sebastião Ferreira.

Clique aqui para ver o vídeo da reportagem do Bom Dia SP na Globo.

Funcionários e clientes foram rendidos. "A Polícia Militar cercou a frente dos Correios, evitando que os agressores saíssem, tentou um início de negociação para acalmá-los. No momento não conseguiu", explicou o major Júnior Suero.

Os criminosos abandonaram o carro em que chegaram e fugiram a pé. Três pessoas foram levadas como reféns. As vítimas ficaram sob a mira das armas e foram usadas como escudo. Um homem que estava em um carro estacionado no centro da cidade também foi rendido e o veículo usado na fuga.

Houve perseguição pelas ruas e troca de tiros com a polícia. Eles foram parados em uma estrada rural a dois quilômetros do local do roubo. "Neste momento houve o confronto, propriamente dito, os agressores desembarcaram disparando na direção da Polícia Militar", explicou o major da PM.

Uma viatura foi danificada e dois policiais atingidos de raspão. Uma refém levou um tiro. "Nós ainda não temos dentro desse quebra-cabeça, que de certa forma, qual a circunstância exata ocorreu esse alvejamento. A situação é identificar essas questões pela Polícia Militar, através de um inquérito policial militar e pela Polícia Civil através de um inquérito policial", disse o major.

Dois assaltantes baleados foram encaminhados para a Santa Casa de Joanópolis, mas não resistiram aos ferimentos. As três armas usadas no crime foram apreendidas. E R$ 4.600 roubados recuperados.

O terceiro homem que invadiu os Correios também foi ferido e preso. "Está sendo autuado em flagrante, por tentativa de latrocínio, tentativa de homicídio, dano e inclusive, nós estamos colocando a resistência seguida de morte, houve realmente a troca de tiros entre policiais militares e os meliantes, e vamos dar andamento no inquérito a fim de esclarecer, de forma completa, os fatos", explicou o delegado Sandro Vasconcelos.

A refém baleada foi levada para o Hospital das Clínicas da Unicamp, onde permanece internada. O quadro dela é estável. Os dois policiais atingidos de raspão na cabeça já tiveram alta do hospital.

Fonte: Contraf-CUT com Vnews

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster