Crédito: Maicon Damasceno, Agência RBS
Maicon Damasceno, Agência RBS
Agência do BB já havia sido assaltada em fevereiro

Três bancos foram atacados por criminosos ao meio-dia desta quinta-feira (28), em Campestre da Serra, município de 3 mil habitantes no interior do Rio Grande do Sul. Segundo informações preliminares da Brigada Militar de Vacaria, policiais teriam sido feito reféns.

Pelo menos dois policiais militares foram baleados e encaminhados ao Hospital Nossa Senhora da Oliveira, em Vacaria. Eles passam bem.

Conforme relatos da Delegacia de Polícia de Vacaria, o Banco do Brasil, o Banrisul e o Sicredi locais foram atacados simultaneamente pelos assaltantes. As três agências são vizinhas.

O Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Serra (CRPO/Serra) informou que pelo menos seis assaltantes estavam usando um Corolla e um Space Fox. Os dois carros foram abandonados durante a fuga. Eles teriam seguido em direção a São Marcos em um Gol branco.

O ataque triplo deixou a cidade em alvoroço. Há também relatos de populares feridos, o que ainda não foi confirmado pelo delegado Carlos Alberto Defaveri, que responde por Vacaria e Campestre da Serra.

Banco do Brasil já havia sido assaltado em fevereiro

Campestre da Serra já havia sido alvo de criminosos em 1º de fevereiro deste ano. Cinco homens armados de revólver, pistola e espingarda quebraram a marretadas uma porta de vidro que dava acesso ao Banco do Brasil.

Os ladrões levaram dinheiro dos caixas eletrônicos e do único caixa que é operado por funcionários, dois revólveres dos vigilantes e dois coletes.

A ação durou pouco mais de cinco minutos. Durante o roubo, um dos bandidos organizou um cordão de isolamento ao banco, com clientes da agência e pessoas que passavam pelo lugar.

Fonte: Contraf-CUT com Zero Hora

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster