Mais uma agência do Bradesco entrou em reforma para adotar o novo layout, sem porta de segurança, e acaba colocando em risco a vida dos trabalhadores e clientes antes mesmo de ficar pronta, em São Paulo.

Além de fios expostos, teto sem forro e ar-condicionado desligado, na manhã da segunda-feira 5, os bancários da agência Faria Lima presenciaram uma explosão causada, possivelmente, por um curto-circuito.

Segundo a diretora do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Neiva Ribeiro, os funcionários ficaram apavorados. "O Sindicato esteve lá e averiguou que não há condições de funcionamento. Cobramos uma providência do banco e vamos aguardar até terça 6. Caso o problema não seja resolvido, a agência não funcionará até que apresente condições adequadas e seguras para funcionários e clientes", afirma.

A dirigente sindical ressalta ainda que os caixas de atendimento ao cliente foram puxados para o meio da agência e, com isto, as filas chegaram ao lado de fora. "O banco precisa assumir o compromisso de fazer as reformas nos finais de semana para preservar bancários e clientes. Se não tem como fazer isso, então o Bradesco tem de manter a agência fechada até que os trabalhos sejam concluídos" diz Neiva.

Fonte: Seeb São Paulo

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster