Reunião de planejamento da Secretaria da Juventude acontece nos dias 17 e 18 em Guararema (SP) -“As experiências de organização e o empoderamento dos jovens no movimento sindical”, este é o tema de uma das mesas de debate do encontro de Planejamento da Secretaria Nacional de Juventude da Contraf-CUT. Marcado para os dias 17 e 18 de agosto, na próxima semana, o evento será na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema, na grande São Paulo, e reunirá dirigentes sindicais do ramo financeiro de todo o país.

A Consulta feita com os bancários este ano, para a Campanha Nacional 2016, reforça que a categoria é formada por jovens, em sua maioria. De acordo com o Dieese, a faixa etária, de 64% dos entrevistados, está entre 21 e 40 anos.

A secretária da Juventude da Contraf-CUT, Fabiana Uehara, explica que o planejamento da secretaria é de fundamental importância para dialogar com a categoria e mobilizar os mais jovens para a luta sindical.

“O planejamento é da secretaria da juventude, mas o convite está sendo feito para todos os dirigentes dos nossos sindicatos e federações, para que levem o debate para suas bases. Vamos planejar e discutir nossa linha de ação até 2017. Apesar da categoria ter entre 21 e 40 anos, isso não se reflete no movimento sindical, e discutir o empoderamento da juventude é muito importante, neste contexto”, afirma Fabiana Uehara.

“Conjuntura e Reestruturação Produtiva nos bancos” também será outro tema do encontro de planejamento. As inscrições ainda podem ser feitas pelo site contrafcut@contrafcut.org.br. Como o encontro será fora da capital paulista, haverá translado até o local, mas é preciso informar a participação com antecedência.

Programação.

Dia 17 de Agosto

Mesa 1: “Conjuntura e Reestruturação Produtiva nos bancos”.

Mesa 2: “As experiências de organização e empoderamento dos jovens no movimento sindical”.

Dia 18 de Agosto

Construção do Plano de Ações da Secretaria de Juventude da Contraf-CUT.

Local: Escola Nacional Florestan Fernandes – Guararema/SP.

Histórico

  1. Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF) é um centro de educação e formação, idealizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)

Inaugurada em janeiro de 2005, a escola foi nomeada em homenagem ao educador Florestan Fernandes, incentivador do trabalho coletivo e permanente defensor do ensino público, gratuito e de qualidade para todos. A escola é considerada como um elemento de grande importância para o processo de formação da militância do MST e outras organizações.

A escola promove cursos formais e informais voltados para a produção, comércio e gestão dos acampamentos e assentamentos. Segundo estimativa do MST, já passaram pelas suas salas de aula cerca de 6000 estudantes (dados de 2015). Os cursos, em diversas áreas, estimulam a capacidade crítica das pessoas e o desenvolvimento de conhecimento para a construção de um projeto popular para o Brasil. A grande diferença em relação às demais escolas é que, após passar pela ENFF, os alunos voltam para a sua comunidade rural e utilizam na prática o que aprenderam no banco escolar.

 

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster