A dura realidade por que passam os funcionários do Banco do Brasil, principalmente os lotados em agências, foi o tema do encontro entre o Sindicato dos bancários de Brasília (Seeb Brasília) e representantes da Dires/Direp. Entre os principais problemas levantados pelo Sindicato de Brasília estão a falta de treinamento, o excesso de serviços e o despreparo de gestores, o que geralmente leva os funcionários a cometerem falhas em serviço as quais muitas vezes resultam em punições.

O Sindicato de Brasília também levou reclamação sobre a demora no trâmite de alguns inquéritos administrativos e reforçou a reivindicação para que o tempo da fase de apuração dure no máximo 120 dias, mesmo prazo defendido para a etapa de julgamento – nos casos em que o funcionário não estiver afastado. "Sugerimos ao banco que alerte os funcionários, por meio de comunicados internos, sobre a necessidade de cumprimento dos normativos internos da empresa", destacou o diretor do Sindicato Rafael Zanon. "Também recomendamos que ofereça cursos voltados para a discussão desse tema, instruindo principalmente os funcionários recém chegados, e denunciamos a postura de alguns administradores que utilizam os pedidos de informação como forma de coação contra a equipe".

Bancários devem ficar alerta

O funcionário deve estar sempre alerta quando o assunto for inquérito/processo administrativo, principalmente em razão do fato de que podem gerar punição e até demissão. Atenção quanto às normas no cumprimento de suas tarefas, para que não esteja sujeito a sofrer uma interpelação administrativa. Se algum administrador o estiver coagindo a praticar qualquer ato fora dos normativos, denuncie à ouvidoria interna do BB, que irá tomar as medidas necessárias. Denuncie também ao Sindicato dos bancários de Brasília: o número é 61 – 3262-9090.

No processo administrativo interno, é necessário que o bancário responda aos pedidos de informação e interpelação sem excluir elementos do caso investigado. Lembre-se de que toda punição é passível de recurso no prazo de 30 dias. Procure sempre o Sindicato no caso de recebimento de pedidos de informação.

Veja dicas de como evitar problemas:

Nunca, em hipótese nenhuma, compartilhe sua senha. Faça a alteração dela regularmente.
Não pratique nenhum procedimento que infrinja as leis brasileiras.
Não acesse informações de terceiros fora da necessidade do serviço.
Não altere limites sem a devida autorização do cliente.
Não pratique venda casada.

Fonte: Seeb Brasília

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster