O corpo de Letícia Coutinho Carvalhido, de 13 anos, foi sepultado, na quinta-feira, dia 9, no cemitério Jardim da Saudade de Edson Passos, em Mesquita, na Baixada Fluminense. Ela morreu após assalto a agência Vila da Penha do Bradesco, na quarta-feira, dia 8, no Rio, quando comemorava seu aniversário e comprava um bicho de pelúcia com a mãe. Letícia acabou baleada depois que bandidos assaltaram a agência e trocaram tiros com policiais.

A mãe da menina, Maria Verônica Martins Coutinho, de 37 anos, não compareceu ao cemitério. Ela ficou em casa, sedada, após passar mal em decorrência de um aumento de pressão arterial.

A menina foi sepultada no mesmo jazigo que seu pai, que na terça-feira completou seis anos de falecido.

No Jardim da Saudade, o clima era de comoção e revolta. O velório foi acompanhado por cerca de 50 pessoas, entre amigos e parentes. Indignada com a situação violenta da cidade, a tia de Letícia e secretária executiva, Maria Bernadete Martins Coutinho, fez um apelo desesperado aos bandidos.

"Que eles roubem, mas nunca matem suas vítimas. Os bens materiais eles não vão levar para o túmulo onde agora está a minha sobrinha", disse Maria Bernadete.

Letícia, que cursava a 6ª série do Colégio Evolução, em Itapuaçu, distrito de Macaé, era apontada pela família como uma garota muito espirituosa e criança, que não se preocupava com namorados, e era a alegria de todos.

Bandidos fugiram

Os bandidos fugiram com o dinheiro roubado. Um deles teria sido ferido por um policial à paisana e assim o tiroteio começou. Os feridos foram para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Dois continuam internados: Jaqueline Rosa Araújo, 29, que ia para o trabalho, e Sueli Maria Santos, 46 anos.

Pelo menos 10 bandidos em uma Kombi e um Astra prata participaram do assalto. Um Corsa também foi usado pela quadrilha. Cinco criminosos entraram no banco às 13h40 e os outros deram cobertura do lado de fora.

"O motorista do Astra dirigia com uma mão e atirava com a outra", contou um camelô. Tiros acertaram dois carros e um vidro do Banco do Brasil do outro lado da rua.

Outro assalto

Os criminosos responsáveis pelo assalto ao Bradesco, que resultou na morte da menina Letícia Coutinho Carvalhido, teriam praticado outro assalto, desta vez em maio, a uma agência do Unibanco, no Casa Shopping, na Barra da Tijuca.

De acordo com imagens recuperadas pelas autoridades, no assalto de maio Átila Barcelos Rodrigues, Anderson Pereira de Souza, o Twist, e um bandido identificado apenas como Celso tinham a ajuda de mais dois comparsas – um deles está preso e o outro ainda não teve sua identidade revelada – durante o assalto ao Unibanco. Em um determinado momento, o vídeo mostra Celso retirando uma granada do bolso.

Fonte: O Dia Online

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster