O Sindicato dos Bancários de Alagoas entrou com denúncia no Ministério Público do Trabalho (MPT) para que o órgão investigue a terceirização fraudulenta de mão de obra em diversas agências do Banco do Brasil.

No documento, encaminhado à Procuradora Chefe da 19ª Procuradoria do Trabalho, Rosemeire Lopes Ferreira, a entidade cita que trabalhadores terceirizados estão sendo usados pelo BB nos serviços inerentes as atividades dos bancários (atividades fins), como abertura de contas e outras transações. Para tanto, os mesmos se utilizam de terminais e senhas privativas dos empregados das agências, o que é ainda mais agravante.

Junto com o pedido de investigação, o Sindicato encaminhou fotos que constatam a denúncia. Foi solicitado ao MPT que convoque o superintendente do BB, Eduardo Santana, para que esclareça a situação.

Fonte: Contraf-CUT com Seec-AL

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster