O HSBC demitiu sete bancários na cidade de Londrina em um intervalo de apenas 20 dias. A postura inaceitável do banco inglês fez com que as quatro agências da região fossem paralisadas pelo Sindicato dos Bancários de Londrina em defesa dos empregos, exigindo também respeito aos trabalhadores.

O RH da empresa entrou em contato com o Sindicato de Londrina no dia da paralisação em uma tentativa de impedir que os atos continuassem, porém, eles seguiram. A resposta do Sindicato foi cobrar da direção do banco uma reunião para a próxima semana a fim de discutir o emprego na região.

"Exigimos que o HSBC reveja essa política de demissões, haja vista que faltam funcionários nas agências, sobrecarregando os trabalhadores, aumentando as filas, prejudicando os clientes e os empregados", afirma o presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina, Wanderley Crivellari.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster