Designada para ajudar na migração do sistema Real/Santander, gerente foi preconceituosa com  funcionário – A gerente Van Gogh, Ana Paula, designada pelo banco Santander para ajudar os funcionários da agência Tambaú / João Pessoa – PB, na migração do sistema Real/Santander, aqui chegou e se sentiu no direito de menosprezar o corpo funcional, assediando moralmente. E, talvez por esquecer onde estava, tratou de “Paraíba” um dos funcionários em treinamento, em tom pejorativo e preconceituoso.

Tão logo recebeu a denúncia, a diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba – Marcos Henriques (presidente), Marcelo Alves (secretário-geral) e Bertolúcia Mariz (diretora) – foi àquela unidade do banco apurar o caso e exigir providências urgentes.
No momento em que os sindicalistas conversavam com o gerente geral da agência, para levantar os detalhes da atitude preconceituosa da gerente Van Gogh, a mesma entrou na sala de forma agressiva para tomar satisfação com a representação sindical.
Em resposta à investida mal educada, Marcos Henriques lhe disse para respeitar o Estado da Paraíba e o seu povo. “Não admitimos que ninguém venha aqui para nos agredir; principalmente quando vem como ‘madrinha’ e adota uma postura de quem não tem estabilidade emocional para desempenhar a missão que lhe foi confiada”, concluiu.
Ato contínuo, a diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba comunicou o fato à superintendência regional do Santander e exigiu o afastamento da gerente Ana Paula daquela unidade. A solicitação foi atendida de imediato.
Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster