O Conselho Deliberativo da Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, aprovou no dia 19 de fevereiro a proposta da Diretoria Executiva de manter até dezembro de 2009 a suspensão da cobrança das contribuições dos participantes ativos e aposentados e da patrocinadora para o Plano 1.

Para implementar a medida, a Previ faz aporte de R$ 752,6 milhões ao Fundo de Contribuições, criado para esse fim. Esse valor inclui os R$ 188 milhões que garantiram a suspensão da cobrança das contribuições de janeiro a março de 2009.

A suspensão anual da cobrança das contribuições foi incorporada ao regulamento do Plano 1, conforme acordo aprovado por associados e pela patrocinadora em 2007 e representa uma economia real – ou renda disponível – para todos os participantes do Plano.

Fonte: Contraf/CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster