Os funcionários da agência Camaragibe do Santander, em Pernambuco, viveram, nesta sexta-feira (31) momentos de tensão. Vários trabalhadores tiveram armas apontadas para suas cabeças por bandidos que dispararam tiros para o alto dentro da agência. Os criminosos tinham informações sobre todos os funcionários e ameaçavam chamando-os pelo nome.

“Quando chegamos lá, encontramos o pessoal em pânico, muitos chorando… Embora não tenha havido agressão física, a violência psicológica foi muito grande”, conta o secretário de Saúde do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Wellington Trindade.

O episódio ocorreu logo após a abertura da agência. Dois bandidos entraram, com armas de brinquedo e dois ficaram no autoatendimento. Os de fora renderam uma funcionária e o vigilante externo e os outros anunciaram o assalto e renderam o vigilante de dentro. A partir daí, sucederam-se momentos de muita tensão.

O tesoureiro, ao perceber o assalto, trancou-se na área por trás do cash. Os bandidos, ao darem pela falta dele, passaram a esmurrar a porta e ameaçá-lo, chamando pelo nome. Depois, deram tiros dentro da agência, forçando o trabalhador a abrir a porta. Enquanto isso, vários outros bancários estavam com armas apontadas para a cabeça.

Assim que soube do assalto, o Sindicato se dirigiu a agência, que ficou fechada durante o resto do dia. “O banco garantiu que emitiria a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) e providenciaria assistência psicológica para os trabalhadores”, afirma Wellington. Ele acrescenta que a emissão da CAT é muito importante, já que o documento vai atestar que se trata de acidente de trabalho caso, no futuro, o bancário venha a sofrer algum transtorno por conta do trauma.

Banco do Brasil

O Sindicato está acompanhando o problema da agência do Banco do Brasil da rua Barão de Souza Leão, em Boa Viagem, que está com a porta de segurança quebrada. O diretor do Sindicato, João Rufino, entrou em contato com a direção do banco e cobrou que a empresa conserte a porta neste final de semana.

“Na segunda-feira voltaremos à unidade para conferir se o reparo foi feito. Caso contrário, tomaremos as medidas cabíveis para que os bancários e clientes não fiquem expostos”, afirmou.

Projeto-piloto

Na próxima quarta-feira (5), o Sindicato se reúne com representantes da Prefeitura do Recife para tratar da implantação do projeto-piloto de segurança bancária, no que diz respeito às medidas que cabem ao município. É o caso de estacionamento exclusivo para carro forte e reordenamento de ambulantes, fiteiros, bancas de revistas e pontos de ônibus.

Com o assalto desta sexta, o número de roubos a agências bancárias em Pernambuco este ano chega a treze. “Embora tenham diminuído em relação ao ano passado, quando foram registrados 16 assaltos entre janeiro e junho, as estatísticas ainda são altas. A implantação do projeto-piloto de segurança é fundamental”, opina Wellington.

Fonte: Contraf-CUT com Seec Pernambuco

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster