(Teresina) – Em Assembléia realizada em 7/03/2009 o Sindicato dos Bancários do Piauí (Seebf/PI), orienta os servidores egressos do BEP a não aderir ao Termo de Opção para o PCC do BB até segunda orientação, por se tratar de uma inconstitucionalidade e uma coação.

Deliberou também as seguintes ações a serem implementadas a partir desta segunda-feira (9/03):

1 – Solicitar reunião com a superintendência do BB dia: 9/03/2009 (com participação do Sr. José Roberto, negociador do BB).

2 – Acionar o Ministério Público nesta terça-feira dia 10/03/2009, para se pronunciar (parecer) em relação à inconstitucionalidade e coação do Termo de Opção, para posterior ação judicial contra o mesmo.

3 – Solicitar audiência com o governador Wellington Dias (já providenciada).

4 – Ocupar a mídia televisiva e escrita para denunciar a atitude tomada pela direção do BB para com os egressos do BEP.

Fonte: Seebf/PI

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster