Crédito: Seeb Paraíba
Seeb Paraíba
Funcionários do BNB na Paraíba encerram paralisação

Em assembleias realizadas na última sexta-feira (10) e nesta segunda-feira (13), os funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) na Bahia, Paraíba, Piauí, Sergipe, Maranhão e Rio Grande do Norte decidiram pelo fim da greve iniciada em 30 de setembro e pelo retorno ao trabalho. Os bancários de Pernambuco, Ceará e Alagoas já haviam encerrado o movimento durante a semana passada.

A proposta aprovada segue os mesmos parâmetros da Fenaban, com reajuste salarial de 8,5%. O reajuste 9% no piso terá alcance em todos os níveis do PCR. Também contempla a criação de mais um nível, com promoção mediante desempenho da carteira, para os gerentes de negócios do Pronaf, que têm remuneração inferior aos demais gerentes de negócios da instituição, além da efetivação dos caixas ainda não efetivados, entre outros avanços.

Para Carlos de Souza, secretário-geral da Contraf-CUT, a greve conquistou avanços importantes e o BNB é banco público que anunciou o maior número de novas contratações. “Teremos mais 1.300 funcionários e grande expectativa na melhoria das condições de trabalho e de saúde, com a instalação de um programa similar ao PAS, do Banco do Brasil. O BNB também se comprometeu a cumprir o acordo do ponto eletrônico e o vale-cultura, que deve ser logo implementado”, ressalta.

A Contraf-CUT enviou um ofício ao BNB solicitando uma nova rodada de negociação para discutir o não desconto dos dias parados durante a greve. “Continuamos organizados, em mesa de negociação permanente, para ampliar, ainda mais, as conquistas para os trabalhadores”, finaliza Carlos de Souza.

Veja aqui proposta do BNB aprovada

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster