Crédito: Seeb Porto Alegre
Seeb Porto Alegre
Greve dos funcionários do Banrisul completou 17 dias nesta quinta

Após comunicar à Fetrafi-RS, às 11h30, desta quinta-feira (16), que estava convocando a entidade sindical a participar de audiência de conciliação na próxima terça-feira (21), às 10h30, em Porto Alegre, a presidenta do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4ª Região, desembargadora Cleusa Cristina Halfen, reconsiderou a decisão.

Em novo despacho enviado à Federação, às 12h20, a desembargadora estabelece um prazo de 48 horas para a entidade apresentar contestação.

O Banrisul ajuizou dissídio coletivo na terça-feira (14), após assembleias de funcionários do banco por todo o Estado rejeitarem a proposta apresentada em audiência de mediação ocorrida na última sexta-feira (10).

A medida judicial do banco, através do processo nº 00214524520145040000, teve movimentação na quarta-feira (15). A presidenta do Tribunal mandou o banco apresentar documentação que ela considerou insuficiente.

> Clique aqui para ler a nota jurídica do assessor da Fetrafi-RS, advogado Milton Fagundes.

Confira itens da proposta do banco feita na mediação no TRT-RS

– PLR Banrisul: 1,8% do lucro líquido distribuído linearmente para todos os funcionários do banco.

– 13ª cesta-alimentação no valor de R$ 1.085 (reajuste de 8,5%).

– Reativação da Comissão Paritária sobre o Quadro de Carreira até 31 de outubro, com reuniões mensais e apresentação das primeiras conclusões até 31 de dezembro. Apresentação das conclusões finais até 30 de abril.

– Formação de uma subcomissão para tratar do escriturário especialista e técnico em TI.

– Dias parados: compensação das horas não trabalhadas de 7 a 10 de outubro compensadas em até uma hora por dia a partir do término da compensação da Fenaban.

Fonte: Contraf-CUT com Fetrafi-RS

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster