O Laboratório de DNA Forense da Paraíba está pronto para trabalhar na identificar na identificação das vítimas do acidente do voo 447 da Air France. A garantia foi dada pelo diretor do Instituto de Polícia Científica da Paraíba, Antônio Toscano.

Toscano disse que está aguardando solicitação do Ministério da Justiça ou do próprio Instituto de Medicina Legal de Recife para colaborar na identificação. “O que vamos decidir é apenas se haverá necessidade de deslocamento de pessoal para Recife ou se iremos aguardar a remessa do material para a Paraíba”, disse Toscano.

A decisão de utilizar o Laboratório de DNA Forense da Paraíba vai depender da demanda. As autoridades já localizaram 17 corpos em alto mar que deverão ser levados para a Ilha de Fernando de Noronha e depois para o IML de Recife.

Além da Paraíba, possuem laboratórios com capacidade de identificar cadáveres através de DNA, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e as polícias Federal e Civil do Distrito Federal.

WSCOM Online/ Cardoso Filho

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster