Uma agência do Banco do Brasil, na Vila Mascote, zona sul, foi assaltada por volta das 4h desta terça-feira, 10. Situada na Avenida Santa Catarina, 1.772, foi invadida por cerca de 10 homens armados. O vigilante foi rendido e levou coronhadas e chutes.

Após um alarme ser disparado, a polícia chegou ao local e encontrou vidros internos e externos quebrados e um dos caixas eletrônicos tombado na calçada. Os bandidos levaram o colete de segurança do vigilante e três armas.

Por volta das 11h, o dirigente sindical e funcionário do BB Cláudio Luis de Souza esteve no local para verificar se os trabalhadores da agência estavam bem. A agência permaneceu fechada ao público, mas os bancários exerceram suas funções normalmente.

O vigilante, atendido durante a madrugada em um hospital próximo à agência, foi liberado.

Sistema de segurança – O Sindicato dos bancários de São Paulo recebeu denúncias de uma agência do Banco do Brasil em São Paulo que estava funcionando sem as câmeras de segurança necessárias e exigidas pela Polícia Federal.

A direção da agência e a Gerência Regional de Segurança (Reseg) foram procuradas por representantes do Sindicato e garantiram que 300 novos equipamentos foram adquiridos e o sistema de monitoramento da agência seria regularizado.

As multas aplicadas ao Banco do Brasil por descumprir o plano de segurança aprovado pela PF, contrariando a lei federal nº 7.102, de 1983, foi o motivo principal das punições que somam, junto com outros bancos, R$ 1,713 milhão.

Fonte: Gisele Coutinho – Seeb/SP

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster