agebnb 16102013 mat

agebnb 16102013 mat
Na manhã desta quarta-feira (16), na Assembleia realizada em frente da Agência Centro João Pessoa, os funcionários do Banco do Nordeste do Brasil, lotados nas unidades do BNB na base do Sindicato dos Bancários da Paraíba, deliberaram pela volta ao trabalho.

O presidente do SEEB – PB, Marcos Henriques, lamentou que as circunstâncias não fossem mais favoráveis à continuidade da greve aqui na Paraíba. “Compreendemos a insatisfação do funcionalismo do BNB com a proposta rebaixada oferecida pelo Banco, ao tempo que também entendemos que não podemos manter a paralisação isolados, uma vez que os bancários de estados como a Bahia e o Ceará já retornaram ao trabalho. Entretanto, não poderíamos voltar sem antes discurtirmos os motivos que nos levam a tomar essa decisão”,  argumentou.

Marcelo Alves, secretário geral do SEEB-PB, parabenizou os funcionários pela bravura na luta pelos seus direitos e resgatou outros momentos de resistência. “Não poderíamos permitir que o Banco do Nordeste levasse a decisão dessa ‘queda de braço’ para a Justiça do Trabalho, até porque temos um histórico negativo de julgamentos naquela Corte, que não só concedeu apenas o que o BNB oferecera em anos passados, como também mandou descontar os dias parados, mesmo considerando a greve legal”, ressaltou.

Em sua fala, o diretor do Sindicato e funcionário do BNB, Robson Luís, criticou a direção do Banco pelas ameaças que provocaram pânico nos trabalhadores bancários. “Lamentamos profundamente que as ameaças da direção do Banco tenham amedrontado nossos bravos companheiros de luta, provocando a antecipação da volta ao trabalho, quando poderíamos resistir mais um pouco. Mas a luta continua; só que, agora, na esfera judicial, onde vamos processar a direção do Banco do Nordeste, que priorizou as práticas antissindicais em detrimento da via negocial”, concluiu.

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster