Crédito: Contraf-CUT
Contraf-CUT
Conferências estão acontecendo em todo o país

A 5ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres, que ocorreu de 18 a 20 de setembro, em São Paulo, contou com a participação de uma boa representação das trabalhadoras bancárias. O evento funciona como um espaço de reflexão, de debate e de apresentação de propostas para ampliar a participação das mulheres nos espaços de decisão e controle social, democratização e promoção da igualdade.

O encontro também preparou a discussão que será levada à 4ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres. As delegadas que irão a este encontro estadual foram eleitas na etapa municipal, nesse final de semana.

Elaine Cutis, secretária da Mulher da Contraf-CUT, destaca a importância da participação da categoria nas conferências municipais, que tem ocorrido em todo o país. “A nossa participação vem sendo bem expressiva. Os encontros, que já ocorreram em vários municípios, servem para consolidar as políticas públicas nos últimos anos em nosso país. Já avançamos muito até aqui, mas ainda há muito a avançar”, afirma.

Foram garantidas propostas de inclusão para todas as mulheres, incluindo negras, imigrantes, travestis, transexuais, homossexuais, indígenas, idosas, jovens, quilombolas, refugiadas, em situação de rua e prostituição: “Nossa participação é fundamental na luta por uma sociedade mais justa e igualitárias, como igualdade salarial, saúde pública e mais espaços na política”, afirma Elaine.

Participaram da cerimônia de abertura, Eleonora Menecucci e Denise Mota Dau, respectivamente secretárias de Políticas para as Mulheres do governo federal e municipal, o prefeito Fernando Hadadd, os secretários municipais de Direitos Humanos, Eduardo Suplicy, e de Saúde, Alexandre Padilha, entre outros.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster