Crédito: Seeb Brasília
Seeb Brasília
Assembleia dos funcionários aceita proposta mediada no TST

A partir desta terça-feira (21), os funcionários do Banco da Amazônia em Brasília retornam ao trabalho após 21 dias em greve. A decisão veio com a aceitação da proposta mediada na audiência de conciliação realizada no Tribunal Superior do Trabalho (TST), na sexta-feira (17), em Brasília.

A proposta foi também aprovada pelos funcionários em assembleias realizadas pelos sindicatos do Pará e de outros estados, nesta segunda-feira (20).

O presidente e o diretor da Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Centro Norte (Fetec-CUT/CN), José Avelino e José Pacheco, respectivamente, participaram da assembleia ocorrida em Brasília.

Com o acordo, o reajuste será o mesmo negociado pelos bancos federais com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), ou seja, 8,5% de reajuste geral e 9% no piso com repercussão na tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS).

A proposta prevê, também, a antecipação de R$ 800 a título de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), sem condicionar a devolução caso o banco não atinja as metas estabelecidas.

Compensação dos dias parados

Com relação aos dias parados na greve, haverá compensação pelos empregados de 75% dos dias parados, no prazo máximo de 120 dias, no limite de uma hora diária.

“Quero parabenizar a todos que se mobilizaram, mais uma vez, com unidade e organização, para lutar por melhores condições de vida e de salário no Banco da Amazônia. A greve acabou, mas nosso trabalho pela qualidade nos serviços prestados e por melhorias para a categoria persiste. Vamos continuar na luta para que a agência de Brasília permaneça aberta ao público e para que seja preservado o emprego dos bancários dessa agência”, destacou o diretor do Sindicato, Paulo Frazão.

Frazão ressaltou, ainda, outra reivindicação para a agência da capital federal. “É preciso promover a acessibilidade de clientes e funcionários no local, instalando um elevador urgentemente”, concluiu o dirigente sindical.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Brasília

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster