Crédito: Seeb Florianópolis
Seeb FlorianópolisTrabalhadores consideraram proposta insuficiente

Os bancários de Florianópolis e Região rejeitaram por unanimidade nesta segunda-feira, dia 7, a proposta da Fenaban de 7,1% de reajuste, mantendo a greve por tempo indeterminado.

Assim como em Florianópolis, a categoria realizou nacionalmente assembleias para apreciação da proposta. Por todo o país, os bancários dizem não à proposta dos bancos, encarada pela categoria como uma provocação e um desrespeito ao trabalhador. 

Cerca de 300 bancários participaram da assembleia em Florianópolis que, além de rejeitar a proposta, encaminhou as próximas ações para essa semana. 

Na assembleia também houve um número significativo de assinaturas em apoio a greve dos comissionados no Banco do Brasil, bem como uma disposição grande dos presentes em intensificar a greve.

A semana de greve começa mais forte ainda na Capital catarinense. Nesta segunda-feira, a capital catarinense e cidades da base territorial do Sindicato amanheceram com 99 agências paralisadas. Em todo o país são mais de 11.700 agências em greve, um número histórico. 


Fonte: Contraf-CUT com Seeb Florianópolis

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster