Na Bahia, 1.066 agências ficaram fechadas nesta sexta-feira (16), 11º dia de greve dos bancários. Em Salvador, a mobilização aumentou e 276 unidades ficaram fechadas. A intenção é ampliar o número na segunda-feira (19).

A forte adesão ao movimento reflete a insatisfação da categoria com a postura da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), que se nega a retomar as negociações. A greve nacional dos bancários começou após várias tentativas de acordo com os bancos. Os trabalhadores querem reajuste salarial de 16%, mas a Fenaban oferece apenas 5,5%. O índice não repõe nem a inflação, em 9,88%.

Além de oferecerem um reajuste bem abaixo do reivindicado pelos funcionários, os bancos não apresentaram propostas para outras demandas, como a ampliação das contratações, para reduzir as filas e acabar com a sobrecarga de trabalho, e o fim do assédio moral nas agências.

Assembleia
Os bancários da Bahia voltam a se reunir em assembleia, na segunda-feira (19), às 18h, no Ginásio de Esportes, ladeira dos Aflitos. O objetivo é avaliar o andamento da paralisação no Estado e traçar novas estratégias para mais uma semana de greve.

Fonte: Seeb Bahia

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster