Os bancários participarão do ato dia 15 de setembro, que unirá as principais categorias brasileiras com data-base no segundo semestre de 2015. A definição saiu de reunião entre a Contraf- CUT e o Comando Nacional, realizada na quarta-feira, sobre a participação das federações e dos sindicatos.

Com o mote “Em Defesa da Democracia, do Emprego e do Salário”, a categoria irá organizar atividades em todas as regiões do País, com atraso na abertura das agências e paralisações nas unidades. “O objetivo é dialogar com os trabalhadores sobre as negociações da Campanha Nacional e mostrar a importância de mantermo-nos mobilizados em defesa da democracia e em busca de saídas à esta onda de conservadorismo que nos atinge diretamente”, convocou Roberto von der Osten, presidente da Contraf-CUT.

Estas mobilizações fazem parte do calendário de manifestações de rua que a Central Única dos Trabalhadores implementará para simbolizar o lançamento unificado das campanhas salariais. “Aproveito a oportunidade para saudar as entidades que realizaram manifestações da campanha no dia 9 de setembro, durante a terceira rodada de negociações com a Fenaban, indicadas pelo Comando Nacional”, completou.

A CUT recomenda que cada categoria trabalhe sua pauta de reivindicação nos atos e mostre que o objetivo é lutar contra a retirada de direitos e melhorias nas condições de trabalho.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster