A polícia de Mato Grosso procura a quadrilha que assaltou na terça-feira (9) uma agência do Banco do Brasil em Marcelândia, a 700 km da capital Cuiabá. Na fuga, os bandidos fizeram cinco reféns. A ação da quadrilha foi devastadora.

Nas paredes e no chão as marcas de mais um violento assalto a banco no interior de Mato Grosso. "Eles chegaram rápido atirando. Foi muito horrível", conta uma mulher.

Clique aqui para ver a reportagem do Bom Dia Brasil, da Globo.

Segundo a polícia, seis homens invadiram a agência, pegaram o dinheiro do cofre e na fuga trocaram tiros com a polícia. Para evitar a perseguição eles bloquearam uma rodovia colocando fogo em uma van escolar.

"Eles pararam primeiro a van e a uns 150 eles deram sinal de luz para eu parar. Eu como não sabia parei. Já desceram com refém mandando eu atravessar o caminhão na pista e descendo quatro de cima armado e apontando a arma para mim. Fizeram com que eu atravessasse o caminhão", lembra Adalto Dalagnol, motorista.

Os cinco reféns levados pelos bandidos só foram liberados quatro horas depois, em uma estrada de chão da região. Apesar de terem sido usados como escudo humano, nenhum deles ficou ferido.

Este foi o sétimo assalto a banco registrado neste ano em Mato Grosso, o quinto na modalidade que ficou conhecida como "novo cangaço", por causa da violência. A polícia ainda está procura dos fugitivos.

Fonte: Contraf-CUT com G1

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster