cidadeantiga_20012009_001.jpg

cidadeantiga_20012009_001.jpg(João Pessoa) Nesta terça-feira, 20 de janeiro, a agência Cidade Antiga, da Caixa Econômica Federal, na capital paraibana, foi flagrada descumprindo o horário de atendimento ao público determinado pelo Banco Central do Brasil. O artifício utilizado pela administração, de não agendar atendimento das 12h às 13h, foi denunciado pelo Sindicato dos Bancários da Paraíba aos órgãos competentes e à imprensa.

Em visita de rotina à base, os diretores do Sindicato dos Bancários da Paraíba estranharam o fato de, naquele horário, não existir caixa executivo na agência da Caixa que é mais demandada pelos beneficiários dos programas sociais do Governo Federal. Indagada sobre o fato, a administradora da agência, que estava retornando das férias, se disse surpresa com o fato, pois havia solicitado um caixa para substituir o funcionário que gozaria férias neste período.

Ato contínuo, a administradora telefonou à superintendência da Caixa que, segundo ela, se comprometeu em substituir o funcionário de férias, para evitar solução de continuidade no atendimento daquela unidade. Entretanto, momentos após, quando retornaram àquela dependência, por volta das 12h30, os dirigentes sindicais verificaram que não existia nenhum caixa executivo atendendo o público.

E, como o problema não fora resolvido, o Sindicato denunciou o fato à imprensa e ao Proncon Municipal, cujos fiscais foram até o local e autuaram a agência Cidade Antiga por falta de atendimento ao público.

Os problemas na agência Cidade Antiga da Caixa Econômica Federal vêm de longe. A edição n° 501, do Trocando em Miúdos, de novembro de 2007 trouxe uma matéria sobre o estresse no atendimento daquela agência, ressaltando o caos criado com a centralização do atendimento aos usuários dos programas do Governo Federal.

Naquela época, os administradores da Caixa alegaram que a corrida àquela agência era devido aos beneficiários dos programas Bolsa Família, Bolsa Escola e Pró-Jovem terem deixado o recadastramento dos cartões dos programas sociais do Governo Federal para a última hora. E, agora, qual é a desculpa?

Para o diretor de comunicação do Sindicato dos Bancários, Marcelo Alves, que esteve no local, a postura da Caixa é vergonhosa, pois há muito a instituição financeira vem sobrecarregando os funcionários, devido à falta de caixas executivos. "Isto é falta de respeito à sociedade; falta de seriedade no cumprimento das normas oficiais de funcionamento das agências bancárias, determinadas pelo Banco Central do Brasil; e falta de respeito aos trabalhadores bancários, que têm de se desdobrar para suprir a falta de funcionários", concluiu.

A diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba vai intensificar a fiscalização nas demais agências, ao tempo em que vai exigir da Caixa a contratação de mais bancários, como forma de normalizar o atendimento e desestressar os bancários sobrecarregados pela falta de quadros. Se a via negocial não surtir efeito, o jeito é apelar para a solução judicial.

Veja as fotos:cidadeantiga_20012009_004r.jpg cidadeantiga_20012009_006r.jpgcidadeantiga_20012009_008r.jpgcidadeantiga_20012009_002r.jpgcidadeantiga_20012009_003r.jpgcidadeantiga_20012009_005r.jpgcidadeantiga_20012009_009r.jpgcidadeantiga_20012009_010r.jpg

Fonte: SEEB – PB / Otávio Ivson

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster