Uma mulher de 58 anos ficou mais de duas horas trancada em uma agência do Banco do Brasil na Avenida Boqueirão, em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. Marli Balejo Salmoria disse ter chegado ao terminal de autoatendimento às 18h40 desta quarta-feira (19) para fazer depósitos e retirar um extrato. Quando foi sair, às 19h, o botão para abrir a porta não teria funcionado.

– Uns 10 minutos depois, chegou um senhor que tentou abrir. Depois, outro casal, que fez contato com o banco – relatou Marli, acrescentando que chamou a irmã, de Porto Alegre, por sofrer de problemas cardíacos e síndrome do pânico.

Às 21h15, a empresa que faz segurança para o banco destrancou a porta, e a mulher que ficou presa registrou ocorrência na Polícia Civil.

Por meio da assessoria de imprensa, o Banco do Brasil informou que o problema não é rotineiro e pode ter sido causado por um dispositivo de segurança. Ainda afirmou que, quando esse tipo de situação ocorre, a orientação é entrar em contato com o banco e/ou com a Brigada Militar.

Fonte: Zero Hora

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster