dinheiropouco.jpg

dinheiropouco.jpgO Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban irão iniciar um debate para a criação de um novo modelo de Participação nos Lucros e Resultados (PLR). A decisão foi tomada em negociação realizada nesta tarde, em São Paulo.

As negociações tratarão ainda das questões do emprego, aumento da validade do acordo coletivo para dois anos e retomada das mesas temáticas. "Foi uma reunião muito positiva em que conseguimos abrir um canal de discussão sobre vários temas importantes para os bancários", afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT.

A reivindicação de um novo modelo de PLR esteve na pauta dos bancários nos últimos três anos, mas o debate emperrou na mesa de negociação. "Os balanços dos bancos estão ficando cada vez mais complexos e dificultam o entendimento dos indicadores. Defendemos uma PLR mais simples e de fácil entendimento e agora vamos realizar um debate conceitual sobre o tema", diz Carlos.

A questão do emprego ganhou grande relevância com a onda de fusões que vem acontecendo no Brasil. As fusões entre Itaú e Unibanco, Santander e Real e mesmo as incorporações promovidas pelo Banco do Brasil estão trazendo grande preocupação para os bancários.

A negociação continuará em reunião na próxima terça-feira, dia 12, que tratará exclusivamente de PLR. O Comando Nacional dos Bancários volta a se reunir nesta data, na sede da Contraf-CUT em São Paulo.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster