O Ministério da Justiça, através da Secretaria de Assuntos Legislativos, promove nesta quinta-fera, dia 6, às 9h, uma reunião com representantes da Contraf-CUT e da Confederação Nacional dos Trabalhadores Vigilantes (CNTV), em Brasília. O encontro também contará com a presença da Polícia Federal (PF).

"Vamos continuar os debates acerca da legislação federal que trata de segurança privada. Já fomos recebidos em audiência pelo ministro Tarso Genro, quando entregamos um documento assinado pelas duas confederações, apontando pelo menos sete erros no projeto de estatuto de segurança privada, apresentado pelo coordenador-geral da CCASP na Comissão Especial de Segurança Privada da Câmara dos Deputados", afirma o secretário de imprensa da Contraf-CUT, Ademir Wiederkehr.

"No diálogo com Tarso, além das críticas, também entregamos um projeto de lei de segurança privada, com as propostas dos trabalhadores para a proteção da vida de bancários, vigilantes, clientes e usuários das instituições financeiras", acrescenta o dirigente sindical.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster