WASHINGTON – O governo dos Estados Unidos e o Citigroup chegaram a um acordo para converter até US$ 25 bilhões em ações preferenciais do banco detidas pelo Estado em ações ordinárias, disse uma fonte próxima à situação nesta sexta-feira.

O acordo visa fortalecer o capital do Citigroup, que receberá novos recursos do governo e precisa encontrar investidores privados que queiram converter suas ações preferenciais em ordinárias, acrescentou a fonte.

O governo arcará com as conversões privadas no valor de até US$ 25 bilhões. Na prática, a participação do Tesouro no Citigroup deve ficar em entre 30% e 40% do capital do banco.

Segundo o site do jornal "Wall Street Journal", que também cita pessoas ligadas às negociações, o acordo deverá ser anunciado na manhã desta sexta-feira.

O Tesouro condiciona a operação a uma recomposição do conselho de administração do banco, que terá uma maioria de administradores independentes, mas o cargo de diretor-geral permanecerá com Vikram Pandit.

Se for concretizado, o acordo poderá abrir caminho para a nacionalização parcial de outros bancos em dificuldades nos Estados Unidos, destacaram especialistas.

Fonte: IG, com agências internacionais

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster