Crédito: Jailton Garcia – Contraf-CUT

Jailton Garcia - Contraf-CUTComando Nacional negocia proposta específica com BNB

A greve nacional garantiu importantes conquistas para os bancários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Em negociação realizada com o Comando Nacional, coordenado pela Contraf-CUT e assessorado pela Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, nesta sexta-feira (11), logo após o final da última rodada com a Fenaban, em São Paulo, o BNB apresentou uma proposta específica para os trabalhadores do banco.

Clique aqui para ler a íntegra da proposta do BNB.

A proposta estabelece reajuste de 8% sobre os salários e as verbas, bem como pagamento de PLR mediante a distribuição de 9% do lucro , de acordo com a regra da Fenaban, e ainda uma PLR Social de 3% do lucro, com adiantamento de 60%. 

“Outra conquista é o compromisso do BNB de contratação de 850 novos empregados no período de 1º de setembro de 2013 até 31 de dezembro de 2014”, destaca Carlos de Souza, vice-presidente da Contraf-CUT. “A geração de empregos é muito importante para melhorar as condições de trabalho e garantir atendimento de qualidade aos clientes e à população, contribuindo para o fortalecimento do BNB como banco público a serviço do desenvolvimento econômico e social do Nordeste”, salienta.

O banco se comprometeu também a aderir ao Programa de Cultura do Trabalhador, visando a concessão de vale-cultura no valor mensal de R$ 50,00 aos seus empregados que recebam remuneração bruta mensal de até 5 salários mínimos, conforme a Lei 12.671/2012.

O Comando Nacional orienta a aceitação da proposta nas assembleias dos funcionários do BNB, pois traz avanços econômicos e sociais para os funcionários do banco.


Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster